Como começar uma loja virtual?

Pra você que quer montar sua loja online e entrar para o mercado de e-commerce e não sabe por onde começar ou tem dúvida se é um bom negócio eu posso te dar alguns motivos para levar esse projeto adiante.

  • Só em São Paulo a previsão para o comércio eletrônico é um aumento de 12% para 2020. O faturamento das 90 mil lojas virtuais no Brasil foi de 80 bilhões em 2019.
  • Cerca de 80% das lojas virtuais no Brasil fecham por falta de planejamento e dedicação.
  • As vendas pelo celular ja passaram de 50% esse ano com relação ao desktop.
  • Hoje em dia quem não tem uma loja virtual está por fora do mercado e deixando de ganhar muito dinheiro. 

Diante desses fatos como criar a minha loja virtual?

1) Planejamento:

Pesquisa é tudo para começar qualquer negócio, mas uma coisa que você tem que ter em mente é: abrir uma loja virtual / e-commerce não pode ser levado como uma renda extra. Ele é um negócio como qualquer outro que precisa de dedicação, estudo e investimento financeiro. 

Conhecer o mercado, seus concorrentes, ter um produto de qualidade ou um diferencial no seu serviço tem que ser definido antes de qualquer coisa. 

2) Pesquisa:

Além de pesquisar os concorrentes deve ser feito uma pesquisa por fornecedores, você deve ter bons parceiros que vão te dar a tranquilidade de não ficar na mão quando mais precisar. Isso vale tanto para os produtos em si como para a construção da loja virtual.

Uma ótima dica é pesquisar no Reclame Aqui pelo nome de todas as empresas que pretende trabalhar. Muitas vezes nome ou tamanho não é sinônimo de qualidade, fique atento!

3) Com quantos produtos posso começar?

Isso pode variar muito, se for um serviço ou um curso pode começar só com um produto mesmo. Já tivemos loja aqui na gCampaner que começou com 3 produtos e deu muito certo. O que indicamos para quem está começando é que tenha uma variedade de pelo menos 10 produtos. 

O estoque é também um fator que causa muitas dúvidas. Não é necessário ter um volume alto de estoque para cada SKU, o importante é que seu fornecedor consiga reabastecer o estoque com rapidez, aí caímos na questão de termos sempre bons parceiros e de confiança. Comece com um estoque baixo, isso evita riscos e você vai entendendo o seu cliente e seu produto.

4) Abertura de empresa:

Para ter um comércio eletrônico é necessário cumprir as regras fiscais também. As mercadorias enviadas precisam ter notas fiscais que serão enviadas (pelo lado de fora da caixa) para o cliente. 

Estar dentro da lei é obrigatório em qualquer negócio. Veja com seu contador o perfil que sua empresa se encaixa, o produto que será vendido e como que ele vai orienta-lo da melhor forma. Isso evita dores de cabeça mais pra frente.

5) Escolha da Plataforma e Hospedagem:

A plataforma vai depender muuuito do tamanho do seu negócio, mas seja qual for o caso a dica é: escolha a opção que te dê mais suporte e segurança. Lembra da dica de pesquisar no reclame aqui? Você não deve se preocupar se sua loja esta fora do ar, ou se a versão mobile esta desconfigurada. Você deve se preocupar só em vender e atender seu cliente. 

Plataformas de e-commerce tem inúmeras no mercado, mas vou te passar algumas usadas. Cada uma é indicada para o tamanho e momento do negócio.

1- Magento

Uma plataforma incrível, mas pra quem quer uma estrutura maior ou que tem planos de expansão. O Magento dá a possibilidade de você fazer qualquer coisa que desejar, mas é preciso ter um especialista para operar essa grande ferramenta.

2- WordPress + WooCommerce

É uma bela opção tanto para pequenas quanto para grandes empresas. Se tornou muito popular pela facilidade de instalação e personalização. Atende a tudo que uma loja precisa, mas é sempre bom ter um suporte profissional para as atualizações e instalações de plugins.

3- Shopify

Ela é muito mais usada fora do Brasil, mas esta conquistando o nosso mercado. Aparentemente é uma plataforma de baixo custo, mas dentro dele existem apps que são vendidos para melhorar a sua loja. O Shopify também cobra por percentual sobre as vendas (em dólar), isso varia de acordo com o plano que você contrata.

4- Mercado Livre

Para quem não quer investir numa plataforma mas quer ver como é a aceitação do produto no mercado. O problema dessas plataformas é que cobram umas taxas altas sob as vendas, mas como eu disse, é um teste pra você sentir se quer de fato entrar pra esse mercado online.

6) Criação da loja:

Se você criar uma loja virtual por uma agência será cobrado o valor do desenvolvimento da loja mais o valor mensal fixo do suporte e hospedagem. A loja no ar requer uma certa manutenção que se você não estiver apto a fazer terá que pagar pra alguém que faça por você, ou um programador ou uma empresa. 

Não existe custo zero, dependendo da plataforma que for escolher terá um custo mensal ou um custo sob as vendas. No mercado você encontra um desenvolvimento de loja a partir de R$1.000,00 até R$60.000,00 feito por um profissional, mas o céu também é o limite pra quem quer investir muita grana. 

7) Divulgação:

Um grande erro que as pessoas cometem é investir todo dinheiro na loja sem deixar nada para o publicidade. Quando você coloca uma loja no ar é como abrir uma loja física numa rua deserta. Sendo assim, uma boa divulgação faz toda a diferença. É claro que a internet ainda tem meios gratuitos para divulgação mas requer trabalho dobrado e não tem o mesmo retorno de quem investe grana. 

Anúncios no google, posts patrocinados, ações com influenciadores, tudo isso precisa estar bem definido antes mesmo da abertura da loja. 

Fazendo isso você evita frustrações de que algo esta errado com seu produto ou sua loja quando na verdade era só investir dinheiro e energia no lugar certo para que as vendas acontecessem. 

Gostou de saber os primeiros passos de como criar uma loja virtual? Você não está só, estamos aqui pra te ajudar. Se gostou desse post compartilhe, escreva pra gente e aguarde as próximas dicas de e-commerce.

Até mais!

Mais conteúdo inspirador
Guia para Abrir Sua Loja Virtual – RELATO de EX-Lojista

Este é o Guia Completo que você deve assistir antes de abrir sua loja virtual, nele eu explico o que Read more

E SE Instagram e Facebook FECHAR? A Importância de ter um Site e Marca Pessoal

O Instagram e Facebook vão FECHAR? A Importância de ter um Site Pessoal Hoje quase todos os negócios e pessoas Read more

Loja Magento é indicada em quais ocasiões?

Gabriel Responde: explico em que momentos vale e quando não compensa usar o Magento como plataforma para a criação da Read more

4 Recursos de marketing que você PRECISA ter na sua Loja Online

Oi Lojista, tudo bem?Escolhi 4 recursos que você precisa ter na sua loja online para vender mais. Em uma loja Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Whatsapp
💬 Oi, vamos conversar?